Carne Processada: Por que é Ruim

A carne processada é geralmente considerada insalubre e está associada com doenças cancerígenas e cardíacas, constatado em muitos estudos. Não há dúvida de que a carne processada contém muitas substâncias químicas nocivas que não estão naturalmente presentes na carne fresca. Este artigo lança um olhar detalhado sobre os efeitos na saúde de carne processada.

carne-processada

O Que É a Carne Processada?

É a carne que foi preservada pela cura, salgada, defumada, seca ou em conservas. Entre os produtos alimentícios classificados como carne processada estão:

  • Linguiça, cachorro quente, salame.
  • Bacon, hmmmm.
  • Carne salgada e curada, charque.
  • Carne defumada.
  • Carne seca.
  • Carne enlatada.

Resumo: Toda a carne defumada, salgada, curada, seca ou enlatada é considerada processada. Isso inclui lingüiças, salsichas, salame, bacon e presunto.

Comer Carne Processada Está Associado um Estilo de Vida Ruim para a Saúde

A carne processada está consistentemente associada com efeitos nocivos para a saúde. Este é um fato, que as pessoas conscientes sobre saúde sabem por décadas. Por esta razão, o consumo de carne processada é mais comum entre as pessoas com hábitos de vida pouco saudáveis. De fato, o tabagismo é o mais comum entre aqueles que comem muita carne processada. Além de dados levantados, que mostram que a ingestão de frutas e legumes também é muito menor para quem fuma.

A maioria dos estudos observacionais, sobre a carne processada e os resultados para a saúde, tentam corrigir o consumo de tais produtos. No entanto, estes métodos não são perfeitos. É possível, que as ligações encontradas entre a carne processada e a doença. Normalmente, as pessoas, que comem carne processada, tendem a agir em direção dos fatores associados a um estilo de saúde menos saudável. No entanto, estudos consistentes encontram possuem fortes ligações entre o consumo de carne processada e várias doenças crônicas.

Resumo: Pessoas que não estão preocupados com a saúde tendem a comer mais carne processada. Isso pode explicar em partes algumas das associações encontradas com os estudos que investigam o consumo de carne processada e das doenças possíveis doenças relacionadas.

Carne Processada também está Associada à Doenças Crônicas

Comer carne processada está associado com o risco aumentado de muitas doenças crônicas, entre essas estão:

  • A pressão arterial elevada (hipertensão).
  • Problema Cardíaco.
  • Doença de obstrução pulmonar crônica.
  • Intestino e estômago câncer.

Os estudos sobre o consumo de carne processada feitos com seres humanos são todos observacionais e concluem que as pessoas com o hábito de come carne processada são mais propensas a obter estas doenças, mas os estudos observacionais não podem provar que a carne processada foi o que realmente lhes causou. Mesmo assim, a evidência é convincente porque as ligações são fortes e consistentes.

Além disso, tudo é apoiado por estudos feitos também com animais. Por exemplo, estudos com ratos mostram que a ingestão de carne processada aumenta o risco de câncer no intestino. Uma coisa é clara, carne processada contém compostos químicos prejudiciais, que podem aumentar o risco de doenças crônicas. Os compostos mais estudados são discutidos abaixo.

Resumo: Comer grandes quantidades de carne processada por um longo período, pode aumentar o risco de muitas doenças crônicas, como doenças cardíacas e câncer.

Nitrito, Compostos N-nitrosos e Nitrosaminas

Os compostos N-nitrosos são substâncias cancerígenas que podem serr responsáveis por alguns dos efeitos adversos do consumo vindo da carne processada. São formados a partir de nitrito (nitrito de sódio), que é adicionado nos produtos das carnes processadas. O nitrito de sódio é usado como um aditivo por três razões:

  1. Para preservar a cor vermelha / rosa de carne.
  2. Para melhorar o sabor por suprimir a oxidação de gordura.
  3. Para prevenir contra bactérias, um melhor sabor e corta o risco de intoxicação alimentar.

O nitrito e os compostos relacionados, tais como o nitrato, também são encontrados em outros alimentos. Por exemplo, o nitrato é encontrado em níveis relativamente elevados em alguns vegetais e podem até mesmo ser benéficos para a saúde. No entanto, nem todos os nitritos são iguais. O nitrito encontrado na carne processada pode se transformar em compostos N-nitrosos nocivos, os mais estudados são as nitrosaminas. A carne processada é a principal fonte alimentar das nitrosaminas. Outras fontes, incluem a água contaminada, fumo de tabaco e alimentos salgados em conserva.

As nitrosaminas são formadas, principalmente, quando os produtos de carne processada são expostos a altas temperaturas (acima de 130 ° C), tais como o bacon frito ou salsichas grelhadas. Os estudos com animais indicam que as nitrosaminas podem desempenhar um papel importante na formação de câncer do intestino. Isto é suportado por estudos por estudos de observação com seres humanos, o que indica que as nitrosaminas pode aumentar o risco de câncer.

Resumo: Carne processada, frita ou grelhada, pode conter vários níveis relativos de nitrosaminas. Estudos sugerem que estes compostos aumentem o risco de câncer no estômago e intestino.

Hidrocarbonetos Aromático Policíclicos

A carne defumada é um dos métodos mais antigos de preservação, muitas vezes utilizada em combinação com a salgada ou seca. Isso conduz à formação de diversas substâncias potencialmente nocivas, chamados de hidrocarbonetos aromáticos policíclicos. São uma grande classe de substâncias formadas quando a matéria orgânica queima e saem em forma de fumaça e se acumulam na superfície dos produtos da carne defumada, que é o churrasco, grelhado ou assado na fogueira. Eles podem ser formados a partir de:

  • Lenha ou carvão.
  • Pingando gordura que queima em uma superfície quente.
  • Carne queimada ou carbonizada.

Por esta razão, os produtos de carne defumada pode ser mais elevado com os hidrocarbonetes em questão. Acredita-se, que eles possam contribuir para alguns dos efeitos adversos causados na saúde pela carne processada. Muitos estudos com animais demonstram que alguns hidrocarbonetos podem causar câncer.

Resumo: Produtos de carne defumada pode conter grandes quantidades de hidrocarbonetos aromáticos policíclicos (HAP). Estes compostospodem ser motivo para causar câncer.

Aminas Heterocíclicas (HCAs)

As aminas heterocíclicas (HCAs) são uma classe de compostos químicos que se formam quando a carne ou peixe são preparados sob elevada temperatura, tal como durante a fritura ou cozimento. As aminas não são restritas na carne processada, mas podem ser encontradas em quantidades significativas, principalmente nas salsichas, bacon frito e hambúrgueres de carne. Pôde causar câncer, quando administrado em animais, em altas quantidades.

De um modo geral, essas altas quantidades são muito mais elevadas do que normalmente são, quando encontradas na dieta humana. No entanto, inúmeros estudos observacionais feitos com humanos indicam que comer carne bem passada pode aumentar o risco de câncer no cólon, mama e próstata. Esrte efeito pode ser utilizado com métodos de cozimento suave, como fritar sob baixa temperatura e vapor. Evite comer carne queimada.

Resumo: Alguns produtos de carne processada pode conter aminas heterocíclicas, compostos cancerígenos também encontrados na carne e peixe num ponto muito passado.

Cloreto de Sódio

Produtos de carne processada são geralmente carregados em cloreto de sódio, também conhecido como sal de mesa. Por milhares de anos, o sal é adicionado a produtos alimentares como conservante. No entanto, ele é mais frequentemente usado para melhorar o sabor. Embora a carne processada esteja longe de ser o único alimento rico em sal, ela pode contribuir significativamente para o nível de sal em muitas pessoas. O consumo excessivo de sal pode desempenhar um papel na hipertensão e doenças cardíacas, especialmente naqueles que têm a condição chamada de hipertensão sensível ao sal. Além disso, vários estudos observacionais indicam que as dietas ricas em sal podem aumentar o risco de câncer no estômago.

Esta opinião corrobora que uma dieta rica em sal pode aumentar o crescimento de uma bactéria que causa úlceras no estômago, um fator de risco significativo para o câncer de estômago. Um pouco de sal para os alimentos integrais, com a intenção de melhorar o sabor é bom, mas comer  alimentos processados em grande quantidade pode muito bem causar danos.

Resumo: Produtos de carne processada contêm grandes quantidades de sal, o que pode contribuir para alguns problemas de saúde.

Conclusão

A carne processada contém vários compostos químicos que não estão naturalmente presentes na carne fresca. Muitos desses compostos são prejudiciais para a saúde. Por esta razão, comer um monte de produtos de carne processada ao longo do tempo (anos ou décadas) pode aumentar o risco de doenças crônicas, especialmente o câncer. No entanto, comê-los ocasionalmente, não faz mal. Apenas certifique-se de não deixá-los dominar a sua dieta e evitar comer todos os dias. Por fim, você deve limitar a ingestão de alimentos processados e basear a sua dieta em alimentos inteiros frescos.

Recomendados Para Você:

About Fernando 122 Articles
Fernando Muniz tem 28 Anos, casado, pai de dois Filhos [Maria e Bernardo] e sempre teve uma alimentação muito desregrada e com isso ativou o EFEITO SANFONA na sua vida perdendo e ganhando peso de forma constante, com esse acervo de nutrição ele gostaria de ajudar mais pessoas a superar de uma vez por toda o sobrepeso, obesidade e o efeito sanfona, é nisso que eu acredito.

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*